11 dicas

PARA VOCÊ ESCOLHER

O melhor carrinho de bebe

Se você está planejando ter um filho ou a criança está a caminho, já deve ter começado a fazer algumas buscas atrás de boas dicas para comprar o carrinho de bebê.

Esse item de primeira necessidade precisa oferecer segurança, praticidade e conforto e, ainda, atender a outros requisitos específicos, de acordo com o que cada família precisa.

O mercado é repleto de linhas e modelos variados, desenvolvidos para acompanhar os estilos de vida dos pais, as necessidades da criança, as tendências e diversos outros fatores. Por isso, o carrinho ideal para uma família pode ser diferente do indicado para outra.

Isso faz com que, entre as inúmeras dúvidas que rondam as cabeças dos futuros papais e mamães, esteja a seguinte questão: como escolher o carrinho do bebê corretamente? Confira os tópicos que listamos abaixo e descubra!

Tipos de carrinho de bebê

A primeira dica para comprar o carrinho de bebê envolve os tipos de modelos existentes.

 

Não dá para iniciar uma busca por preços antes de saber o que o mercado oferece.

 

Portanto, conheça os principais agora mesmo!

 

Modular

O modelo Modular consiste não apenas no carrinho, mas em outros acessórios que se encaixam nele. Em alguns, a compra inclui o bebê conforto e o moisés. Prático, pode ser usado pelo bebê recém-nascido ou até um pouco maior.

Travel System

Travel System

Os Travel System são considerados “carrinhos-berço” (por conta do espaço interno avantajado) e encaixam bebê conforto. São práticos e também podem ser usados pelo bebê desde recém-nascido até um pouco maior.

Três rodas

Os carrinhos de três rodas são indicados para pais e mães esportivos e aventureiros. São ideais para incluir o bebê em atividades como caminhadas, uma vez que oferecem conforto, praticidade e, principalmente, segurança.

Guarda-chuva

O carrinho guarda-chuva é um modelo prático mas quando fechado fica comprido.

Importante analisar seu porta-malas para ver se realmente esse tipo se encaixa para você.

Carrinho duplo

Quando a família se prepara para receber gêmeos, não existe muita dúvida sobre como escolher o carrinho do bebê.

É necessário optar por um que seja duplo, possibilitando abrigar duas crianças ao mesmo tempo, com conforto e segurança.

Esse tipo de carrinho oferece mobilidade e pode ser manejado por apenas um adulto.

Dessa forma, a pessoa responsável pelas crianças consegue sair de casa e passear sozinha com os dois bebês.

Além de ser usado por gêmeos, esse modelo também é ideal quando a família passa por duas gestações próximas, ou seja, tem duas crianças pequenas ao mesmo tempo e que precisam ser transportadas por carrinho.

11 dicas para acertar na escolha

Agora que você já sabe os modelos disponíveis no mercado, confira os principais pontos a serem analisados antes de realizar a compra.

1. Avalie sua necessidade a fundo

A primeira dica para acertar na escolha é avaliar a necessidade.

Você quer investir em um item único para acompanhar o crescimento do bebê? Ou deseja adquirir carrinhos diferentes para a fase inicial e para os anos seguintes? Sua família é esportista? Você terá gêmeos ou pretende ter dois bebês com pouco tempo de diferença? Vai ficar a maior parte do tempo sozinho com a criança ou terá ajuda? Precisa de um item prático ou pode contar com alguém para assessorar?

Após responder a todas essas perguntas, você terá um norte para saber qual modelo é o mais indicado para as necessidades da sua família.

2. Considere o tempo de uso que o carrinho terá

A segunda dica é considerar o tempo útil do carrinho. Como já explicamos, alguns modelos são indicados apenas para recém-nascidos, outros para crianças acima de 2 anos.

Também, há aqueles que contam com acessórios e são adaptáveis. É preciso considerar os custos e o tempo de vida dos itens, de modo a decidir pelo melhor custo-benefício.

3. Verifique a existência do selo do Inmetro

Uma das maiores preocupações ao selecionar um carrinho de bebê deve ser a garantia de qualidade e segurança. Assim, você deve checar se o item escolhido tem o selo do Inmetro. O instituto atesta que o produto segue as especificações de segurança e está apto ao uso.

4. Avalie os aspectos importantes

Outra dica essencial é avaliar questões importantes do produto pretendido antes de fazer a compra.

 

Considere o tamanho do porta-malas do seu carro e veja se, ao ser dobrado, o carrinho cabe com folga.

Abordaremos este ponto com mais profundidade abaixo.

Confira, ainda, outras medidas, como peso e altura, além de opções para reclinar o encosto. É importante considerar, também, o cinto de segurança, sendo que os mais indicados são os de cinco pontas.

É necessário verificar, também, a estabilidade das rodas. Quanto maior for o diâmetro, maior será a estabilidade.

Outro ponto importante é com relação aos freios. Fazer testes e procurar relatos sobre experiências com os freios é essencial.

Para seu maior conforto, opte por um item que permita a regulagem do guidão. Assim, você o ajusta de acordo com a sua altura, e outras pessoas que também forem passear com o bebê podem adaptar o carrinho.

Por fim, verifique se ele tem cestas, suporte para bolsas ou porta-objetos. É importante contar com esse tipo de conveniência, sobretudo quando o bebê é pequeno, para deixar as mãos livres e guardar objetos importantes com segurança.

5. Veja se cabe no porta-malas

Essa é uma das mais relevantes dicas para comprar o carrinho de bebê, pois esse ponto costuma passar batido e acaba causando alguns transtornos quando a família inicia os passeios com a criança. E quando falamos em ver, é para ter a certeza de que o modelo escolhido vai caber no porta-malas!

 

Meça o compartimento do seu carro ou verifique as especificações no manual ou na internet. Depois, confira as medidas do carrinho que pretende comprar.

 

Lembre-se de que ele não deve ocupar todo o compartimento, pois é preciso uma folga para a mochila do bebê, compras do supermercado e demais eventualidades. A questão é tão séria, que muitas famílias acabam trocando de carro! Portanto, planeje-se.

6. Considere as portas de casa

Pode parecer besteira, mas as portas de casa também devem ser medidas. Se você acha que isso não é necessário e que o carrinho vai ser usado apenas para o passeio, já adiantamos que está enganado!

 

Pode ter certeza de que vai usar o carrinho em casa em diversos momentos, e alguns modelos realmente são mais largos que outros.

 

Outra questão fundamental a ser observada são os elevadores: se você mora em prédio, é muito mais prático sair de casa com o acessório já montado.

 

7. Fique atento à praticidade

Mães e pais solo ou famílias maiores e unidas precisam considerar os momentos em que farão os passeios sem companhia. Ainda que contem com a ajuda de uma babá, a praticidade em abrir e fechar o carrinho também deve estar no topo da lista de preocupações antes de fazer a compra.

 

Mesmo que a aquisição seja efetuada pela internet, busque por um modelo no mínimo semelhante em uma loja física e faça os testes: abra e feche o carrinho repetidas vezes, inclusive com uma mão só, simulando segurar a criança.

 

8. Lembre-se do sol

O principal objetivo do carrinho ainda é o uso em passeios, preferencialmente ao ar livre. A prática é saudável e indicada pelos pediatras. No entanto, é preciso proteger os pequenos da ação do sol.

 

Ainda que o carrinho já traga a capota, investir em qualidade nunca é de mais. Hoje em dia, alguns modelos já apresentam proteção UV contra os raios solares, a mesma usada nos cremes bloqueadores e óculos de sol.

 

Caso o acessório não esteja incluído na compra, é possível comprá-lo à parte. O importante é utilizá-lo, já que os bebês só podem usar cremes bloqueadores após os seis meses de vida.

 

Outro ponto bastante relevante é que, ao investir em um carrinho que permita mudar a posição do assento, você pode posicionar seu filho de acordo com a incidência solar, o que também é ótimo para a proteção.

9. E não se esqueça da chuva!

Da mesma forma que há capas protetoras para o sol, isso também acontece para proteger o bebê da chuva. É bem verdade que ninguém planeja sair com o filho embaixo de um temporal, no entanto, quem nunca foi surpreendido sem uma sombrinha?

 

Todo e qualquer instrumento que possa evitar que o neném pegue alguma doença — nesse caso, um resfriado — não é um investimento em vão. Muito pelo contrário, é uma necessidade!

 

Caso o carrinho em que você esteja de olho não traga essa proteção extra, não hesite em adquirir o acessório à parte. Assim, você e seu filho estarão sempre prevenidos, e você não precisará se privar de nenhum programa ao ar livre por causa de uma simples garoa.

 

10. Considere a compra de mais de um modelo

Pode parecer loucura comprar dois carrinhos, mas é uma dica bastante válida. Se você parar para pensar, existem diversos recursos para facilitar a vida de uma família. Moisés, camas desmontáveis, colchões infláveis etc.

 

Ter um carrinho maior para usar dentro de casa e em ocasiões em que o bebê possa dormir tranquilamente, como em uma festa de família ou um domingo no clube, e um mais prático, como o modelo guarda-chuva, para passeios no shopping é um investimento bastante inteligente.

Inclusive, se você buscar por resenhas na internet, vai encontrar depoimentos de mães e pais que contam suas experiências positivas com a aquisição de dois modelos.

Lembrando que o modelo guarda-chuva é prático, leve e permite o fechamento com uma só mão, ajudando a mamãe ou o papai quando estiverem sem companhia.

 

Ou seja, você poderá optar por esse modelo quando sair só e levar um carrinho mais completo quando tiver alguém junto.

 

11. Não ignore o bebê conforto

Muitos pais não sabem, mas a compra do bebê conforto é uma verdadeira incógnita. Dependendo do modelo adquirido, você não consegue usar no carro e no carrinho sem uma base extra para acoplar nesses locais.

 

Por isso, é preciso ter muita atenção e buscar por modelos de carrinho mais versáteis. Os Travel System, inclusive, costumam ser vendidos de forma completa: você compra o carrinho e o bebê conforto juntos, já com o encaixe.

 

A compra é bastante interessante para os passeios, pois permite que as famílias levem o acessório mais conveniente para o local.

 

Por que é importante conferir as dicas antes de fazer a compra.

Conforme mostramos ao longo do artigo, é importante fazer uma escolha sensata e segura ao comprar o carrinho do bebê.

Além de considerar questões como necessidade, estilo de vida da família, design, preço, qualidade, segurança e conforto, é necessário conhecer os tipos de modelo existentes no mercado para fazer a opção pelo que seja mais interessante.

Além disso, entre outras questões, é preciso levar em consideração a existência de selo do Inmetro, medidas do carrinho pretendido, tempo de uso, reviews de outras famílias, oferecimento de garantia e assistência técnica ao fazer a escolha.

Se ainda restar alguma dúvida, lembre-se de que as resenhas na internet podem ser úteis, mas não deixe de confirmar as opiniões disponíveis na web com especialistas.

As dicas para comprar carrinho de bebê estão amplamente disponíveis na internet, pois saber como escolher o carrinho do bebê corretamente é um dos primeiros desafios que os futuros papais e mamães vão enfrentar.

Com a chegada do bebê, todos os dias serão de decisões importantes. No entanto, essa é uma escolha que deve ser feita de maneira responsável.

Por isso, o essencial é manter sempre a calma, conversar com pessoas mais experientes, mas também especialistas, e buscar itens e produtos de confiança para propiciar o melhor para a criança.

Muito mais ABC Design
Receba novidades e dicas

©2023 por Be Baby Importação EIRELI EPP

28.414.558/0001-32

Rua Av. Ireno da Silva Venâncio, 199 - Protestantes, Votorantim - SP

(15) 3359-7939 (15)-3359-7919
WhatsApp  (15) 98110-6522